Raulzito e os Panteras: A origem do Maluco Beleza

Saulo Paiva

Raul Seixas, o controverso músico baiano que, definitivamente, marcou a história musical do país, e ainda hoje, 25 anos após sua morte, é saudosamente evocado em muitos shows pela celebre expressão “toca Raul!”, teve sua origem musical na mesma terra onde de nascença: salvador.

Enquanto criança Raul sempre teve complicações com a escola, mas paralelamente desenvolveu um gosto por leitura.

Eu era um fracasso na escola. A escola não me dizia nada do que eu queria saber. Tudo o que aprendia era nos livros, em casa ou na rua. Repeti cinco vezes a segunda série do ginásio. Nunca aprendi nada na escola. Minto. Aprendi a odiá-la.

— Raul Seixas

Em meio as dificuldades escolares Raul tomou conhecimento do Rock ‘n’ roll, e passou a frequentar grupos/encontros sobre esse gênero musical.

Nesses encontros se tornou amigo dos integrantes da banda The Panters, grupo baiano que começava a se destacar no, até então, precário cenário de Rock na Bahia.

Usando de seu talento imaginativo Raul começa a compor e junto dos The panters montam a banda Raulzito e os Panteras, cujo os integrantes eram, além de Raul Seixas,
Mariano Lanat, Eládio Gilbraz e Carleba.

O sucesso eminente atraiu a atenção de Jerry Adriani, que convida a nova banda a ir para o rio de janeiro gravar seu primeiro disco.

Com a nova perspectiva em mente eles vão para o rio de janeiro e em 1968 gravam o álbum com o mesmo nome da banda: Raulzito e os Panteras.

A capa do álbum faz uma alusão ao disco With the Beatles dos Beatles.

Álbuns Raulzito e os Panteras e With the Beatles

Comparação entre os álbuns “Raulzito e os Panteras” e “With the Beatles”

Era um disco um tanto romântico, sua capa e suas músicas visivelmente influenciada pelos Beatles, com dedilhados românticos, tons de psicodelismo e uma ousada versão de “Lucy in the Sky with Diamonds” (“Você Ainda Pode Sonhar”). As faixas “Me Deixa Em Paz”, “Trem 103” e “Dorminhoco”, no entanto, se aproximam mais do estilo que caracterizou os lançamentos posteriores de Raul.

O disco no entanto, não teve sucesso de crítica e nem de público na época.

De um lado havia a inexperiência de quatro rapazes, recém-chegados da Bahia, falando em qualidade musical, agnosticismo, mudança de conceitos e sonhos. Do outro lado, uma multinacional que só falava em “comercial”. Talvez não tenha sido o disco que o grupo imaginara, mas nosso sonho era gravar um disco.

— Eládio Gilbraz, um dos Panteras

A partir daí as dificuldades começaram e com nenhum tutu, tentavam fazer a divulgação pessoalmente no centro do rio de janeiro.

Algumas vezes receberam ajuda de Jerry Adriani, tocando como banda de apoio em seus shows, o que, segundo o próprio Raul, lhe deu muita experiência e lhe ajudou a descobrir como se comunicar, pois suas “músicas eram muito herméticas”.

Essa situação se tornou insustentável e a banda foi desfeita, Raul e os outros integrantes da banda voltaram para Salvador e tomaram outros rumos, mesmo que musicais, mas separadamente desta vez.

O disco Raulzito e os Panteras só veio a ter notoriedade muito depois, quando a carreira solo de Raul estava bem mais consolidada, e os fãs começaram a buscar mais sobre o cantor.

Fotos do álbum “Raulzito e os Panteras”

Faixas

FaixaTítuloCompositorTempo
1.“Brincadeira”Mariano2:40
2.“Por quê? Pra quê?”Eládio1:51
3.“Um Minuto mais (I Will)”Dick Glasser – Versão: Raulzito1:44
4.“Vera Verinha”Raulzito/Eládio1:58
5.“Você ainda Pode Sonhar (Lucy in the Sky with Diamonds)”Lennon/McCartney – Versão: Raulzito2:18
6.“Menina de Amaralina”Raulzito1:54
7.“Triste Mundo”Mariano2:13
8.“Dê-me tua Mão”Raulzito2:36
9.“Alice Maria”Mariano/Raulzito/Eládio2:08
10.“Me Deixa em Paz”Mariano/Raulzito/Carleba1:46
11.“Trem 103”Raulzito1:55
12.“O Dorminhoco”Carleba/Eládio/Raulzito/Mariano1:33

Ficha Técnica

  • Diretor de Produção: Milton Miranda
  • Diretor Musical: Lyrio Panicali
  • Orquestrador e Regente: Orlando Silveira
  • Diretor Técnico: Z. J. Merky
  • Técnicos de gravação: Jorge Teixeira e Nivaldo
  • Técnico de laboratório: Reny R. Lippi
  • Lay Out: Moacyr Rocha
  • Fotos: Mafra
  • Vocalista: Raulzito
  • Apoio vocal: Eládio e Mariano
  • Guitarras: Raulzito e Eládio
  • Guitarra baixo: Mariano
  • Bateria: Carleba
  • Arranjo vocal: Raulzito e Os Panteras

Pra matar a saudade (ou mesmo conhecer), ouça o Álbum

* Caso você tenha uma conta na Apple Music, poderá ouvir o álbum completo.

* Caso você tenha uma conta no Deezer (Tim Music), poderá ouvir o álbum completo.

Quer conhecer mais sobre a vida e obra de Raul Seixas?

O Baú do Raul Revirado
O Baú do Raul Revirado
Raul Seixas Por Ele Mesmo
Raul Seixas Por Ele Mesmo
 
E assim começou a vida artística de um Maluco Beleza.

Author:
Destemido paleontólogo de Chocolate Surpresa, mestre Pokémon, sobrevivente aos programas de TV daquela época, tampa de dedo do pé arrancada, jogador de jokenpô no Master System e que zerou Super Mario às custas dos vizinhos.